Amarildo Tavares da Silveira

Entrevista

Amarildo Tavares da Silveira

Entrevista realizada no contexto do projeto “Futebol, Memória e Patrimônio: projeto de constituição de um acervo de entrevistas em História Oral”, desenvolvido entre dezembro de 2010 e dezembro de 2012, em convênio com o Museu do Futebol e com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O projeto tem como objetivos a constituição de um banco de depoimentos (registrados em áudio e vídeo), além da produção de um DVD a partir do material gravado com jogadores de futebol que participaram da seleção brasileira entre 1954 e 2010. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Carlos Eduardo Barbosa Sarmento
Bernardo Buarque de Hollanda
Data: 15/7/2011
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h45min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Amarildo Tavares da Silveira
Nascimento: 29/7/1939; Campos; RJ; Brasil;

Formação:
Atividade: Atuou nos clubes: Goytacaz(1956-1957), Flamengo (1958), Botafogo(1958-1963), Milan(1963-1967), Fiorentina (1967-1971), Roma (1971-1972), Vasco(1973-1974). Seleção Brasileira (1961-1966)

Equipe

Levantamento de dados: Fernando Henrique Neves Herculiani;Theo Di Pierro Ortega;Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro;Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Daniela Alfonsi;Clarissa Batalha da Silva Alves;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Fernando Henrique Neves Herculiani;Theo Di Pierro Ortega;Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro;Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Daniela Alfonsi;Clarissa Batalha da Silva Alves;

Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Fernando Henrique Neves Herculiani;

Técnico Gravação: Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Sumário: Thais Blank;

Temas

Amarildo Tavares da Silveira ;
Assuntos familiares;
Casamento;
Club de Regatas Vasco da Gama;
Clube de Regatas do Flamengo ;
Copa do Mundo;
Edson Arantes do Nascimento (Pelé);
Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã);
Exército;
Fluminense Football Club;
Imprensa;
Itália;
Manuel Francisco dos Santos (Mané Garrincha) ;
Mario Jorge Lobo Zagallo;
Serviço militar;

Sumário

Entrevista: 15 de julho de 2011

A infância em Campos, a trajetória do pai como jogador de futebol em Campos; a trajetória dos irmãos e a relação com o futebol; os jogadores de Campos; o futebol em Campos; a tradição de escutar os jogos pelo rádio; os grandes ídolos do futebol na juventude; a ambição de se tornar um grande jogador; a demissão do Clube de Regatas do Flamengo; os anos de serviço militar; atuação como jogador de futebol no exército; a Copa do Mundo de 1950; a comoção da população em Campos com a derrota final; análise da jogada de Barbosa em 1950; a Copa de 1954; os times da Hungria e Alemanha; a falta de autoestima do time brasileiro; passagem pelo Clube de Regatas do Flamengo; a transferência do Esporte Clube de Goytacazes para o Flamengo; a importância do Clube do Botafogo em sua carreira; a relação com o Fleitas Solich, treinador do Flamengo; Copa do Mundo de 1958; a alegria da conquista do título; entrada no Botafogo em julho de 1958; contratação como profissional e valores de salários; motivos de saída do Flamengo; o preparador físico Paulo Amaral;a relação do entrevistado com os jogadores do Botafogo; o respeito e admiração pelos veteranos Zagallo e Mané Garrincha; o primeiro jogo no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro; o jogo de Milan e Santos em 1963 no Maracanã, o falecimento do pai em 1964;primeira convocação para a Seleção Brasileira, em 1961; disputa da Copa Roca, em 1960; rivalidades entre a seleção brasileira e os times do Paraguai e Uruguai; a partida no campeonato ao lado de Pelé; a responsabilidade de substituir de Pelé na Copa de 1962 na partida contra a Espanha; a partida final contra a Tchecoslováquia na Copa de 1962; as táticas de jogo; a atuação de Mané Garrincha; a organização, o treino e a relação dos jogadores com a imprensa; diferenças e semelhanças com o time da Copa de 1958;volta ao Brasil depois da Copa de 1962; o apelido dado à Amarildo por Nelson Rodrigues: “o possesso”; a decisão de encerrar a carreira como jogador e virar técnico; contratação pelo A.C Milan; a venda de Amarildo pelo Botafogo; a estrutura do Milan; adaptação na Itália; participação de campeonatos como jogador do Milan; o título conquistado na Copa Itália como jogador do Milan; Copa do Mundo de 1966; o corte da Seleção Brasileira devido a uma distensão muscular; o treinador Vicente Feola; volta ao Milan; a vida na Itália, casamento e nascimento dos filhos; a Copa do Mundo de 1970; o treinador João Saldanha; a briga de João Saldanha com Pelé; a experiência de assistir a final da Copa de 1970 na Itália; o estilo de jogo dos times do Brasil e Itália; encerramento da carreira no Vasco na década de 1970; a decisão de parar de jogar aos 34 anos; a Copa do Mundo de 1974; a partida final entre Alemanha e Holanda; período como treinador nos Emirados Árabes; a experiência como treinador; preparação na Itália para ser treinador; atuação como treinador no time Esperance na Tunísia e nos Emirados Árabes; a adaptação com as línguas e a cultura desses países; expectativas para a Copa do Mundo de 2014.


Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados