José Machado Pais

Entrevista

José Machado Pais

Entrevista realizada no contexto do projeto “Cientistas sociais de países de Língua Portuguesa: histórias de vida”, com financiamento do Programa de Cooperação em matéria de Ciências Sociais para os países da comunidade de Língua Portuguesa (Programa Ciências Sociais CPLP) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Helena Maria Bousquet Bomeny
Celso Castro
Data: 13/12/2010
Local(ais):
Lisboa ; PT ; Portugal

Duração: 2h20min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: José Machado Pais
Formação: Licenciatura em Economia no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa(1977);Cursos de pós-graduação em Sociologia, obtidos na Facultad de Ciencias Economicas y Empresariales da Universidad Autónoma de Madrid (1983);Doutorado em Sociologia no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa(1991);Provas de Agregação no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (1999).
Atividade: Pesquisador e Coordenador (doutorado, com agregação) do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, na área de Sociologia da Cultura, da Educação e da Vida Quotidiana.Professor Associado Convidado do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Faz parte da Associação Portuguesa de Sociologia desde 1985,International Sociological Association e dos seguintes Research Committees: RC 13 (Sociology of Leisure) e RC 34 (Sociology of Youth), desde 1986, Worl Leisure and Recreation Association, desde 1990,EGRIS - Europäisch Gesellschaft für Regionale und Internationale Socialforschung, desde 1993 e da Sociedade de Geografia de Lisboa, desde 2007. Publicou diversas obras.

Equipe


Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Carlos Subuhana ;

Técnico Gravação: Arbel Griner; Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Sumário: Sérgio Pereira de Faria Junior;

Temas

África;
Assuntos familiares;
Atividade profissional;
Brasil;
Carreira militar;
Ciências Sociais;
Comunidade dos Países de Língua Portuguesa;
Cooperação acadêmica;
Economia;
Ensino fundamental;
Ensino médio;
Ensino militar;
Espanha;
Estrutura social;
Família;
Infância;
Instituições acadêmicas;
Juventude;
Língua portuguesa;
Metodologia de pesquisa;
Música;
Nacionalidade;
Obras de referência;
Pensamento social;
Portugal;
Pós - graduação;
Região Norte;
Revolução dos Cravos (1974);
Rio de Janeiro (estado);
São Paulo;
Serviço militar;
Sociologia;
Universidade de São Paulo;
Vida cotidiana;

Sumário

Entrevista: 13.12.2010

Origens familiares; os avós; como os pais se conheceram; primeiros estudos; memórias sobre o primário e secundário; momentos da infância e juventude; a aproximação com a música; a ida para o Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA), em 1972; a mudança para a faculdade de economia, no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (Iscte); as experiências adquiridas no período da Revolução dos Cravos; a permanência, como professor, no Centro de Instrução da OTA, da força aérea portuguesa, no cumprimento obrigatório militar; o convite para a assistência na área de sociologia; a relação do curso de economia com o pensamento social e a sociologia; a escolha pela sociologia; a atenção especial à sociologia da vida cotidiana; a pós-graduação na Facultad de Ciencias Economicas y Empresariales da Universidad Autónoma de Madrid, no departamento de sociologia, em 1983; a entrada no Iscte, em 1977; as linhas de pesquisa adotadas por Machado Pais; a sociologia da vida cotidiana presente em “A prostituição e a Lisboa boêmia”; o diálogo no campo da sociologia em Portugal; o doutoramento no Iscte, orientado pelo professor Adérito Sedas Nunes; os referenciais teóricos mais importantes; a influência de Simmel na sociologia da vida cotidiana; a primeira ida ao Brasil: ; a primeira vinda para São Paulo, com o objetivo de lecionar o curso de sociologia da vida cotidiana, na USP (Universidade de São Paulo); a relação da música entre os países de língua portuguesa; o fado em Portugal; a relação do repente e do fado no Brasil em Quissamã, no Rio de Janeiro; os contatos com a África; as ciências sociais hoje; os objetos de pesquisa relevantes para a sociologia da vida cotidiana; a metodologia da sociologia da vida cotidiana; a estratégia de revelar as estruturas sociais através do cotidiano; a viagem ao Sertão, ao Juazeiro do Norte; o valor da cooperação Portugal-Brasil; a pesquisa sobre o movimento das “mães de Bragança” contra as trabalhadoras do sexo brasileiras.


Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados