Manuel Arruda de Assis I

Entrevista

Manuel Arruda de Assis I

Entrevista realizada no contexto do projeto "História política da Paraíba: constituição de acervo", desenvolvido em convênio com a Universidade Federal da Paraíba, entre maio de 1978 e agosto de 1980. O projeto previu um intercâmbio das entrevistas produzidas por cada uma das instituições. Esta entrevista foi realizada pela equipe da UFPB e incorporada ao acervo do CPDOC. A escolha do entrevistado se justificou por ter sido um militar pombalense que enfrentou cangaceiros e revoltosos da coluna Prestes, quando da campanha nas serras da Paraíba, na fronteira com Pernambuco, no ano de 1930.
Forma de Consulta:
Entrevista datilografada disponível na Sala de Consulta do CPDOC.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Maria Antônia Alonso Andrade
Humberto Cavalcanti de Mello
Data: 28/11/1979
Local(ais):
Pombal ; PB ; Brasil

Duração: 2h40min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Manuel Arruda de Assis
Nascimento: 3/1/1899; Pombal; PB; Brasil;

Formação: Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais. Patrono da Cadeira nº 36 da Academia de Letras de Pombal.
Atividade: Coronel Manuel Arruda de Assis, um Militar pombalense que enfrentou cangaceiros, revoltosos da Coluna Prestes e "cabras", quando da campanha nas Serras da Paraíba, na fronteira com Pernambuco, no ano de 1930.

Equipe


Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Temas

Cangaço;
Coluna Prestes (1925-1927);
Elites políticas;
João Pessoa;
Manuel Arruda de Assis;
Paraíba;
Polícia;
Política estadual;
Revolta comunista (1935);
Revolta de Princesa, PB (1930);
Revolução de 1930;

Sumário

1a Fita: Dados biográficos; antecedentes familiares; entrada na Polícia paraibana; principais atividades da Polícia; os cangaceiros e a Polícia; convênio entre os estados; ataque à Conceição; volantes policiais; atividades na polícia do entrevistado; inimizade com José Pereira; ligações entre o chefe político local e o delegado de polícia; atividades políticas do entrevistado; Prefeito de São José de Piranhas; delegado de Guarabira, Pombal e Catolé do Rocha; governos que combateram o cangaço; coiteiros; polícia e cangaceiros; José Pereira e Lampião; coiteiros; governo Suassuna; prisão de Chico Pereira......................................................................................................................................................1 a 37

2a Fita: Morte de Chico Pereira; João Pessoa e a polícia; desarmamento ordenado por João Pessoa; a morte de Padre Aristides; Coluna Prestes; inquérito sobre a morte de Padre Aristides; delegacia de Princesa; inimizade com Zé Pereira; comentário sobre essa entrevista; o entrevistado como delegado de polícia, em Princesa, quando iniciou a revolta de Zé Pereira; artigo do entrevistado respondendo a José Pereira; saída de Princesa; início da luta em Princesa............................................................38 a 83

3a Fita: Combates da guerra de Princesa; participação do entrevistado nesses combates; comandantes que se destacaram na luta; a presença de José Américo na guerra de Princesa; Morte de João Pessoa; ocupação de Princesa; Revolução de 1930; morte de Pedro Angelo de Sousa; tomada do 22 BC; morte do general Laverne; assassinato de João Dantas; Ascendino Feitosa; prefeitura de São José de Piranhas; atividades após a Revolução de 30; considerações sobre a Revolução de 30; levante de 35; governos de Argemiro de Figueiredo e Rui Carneiro; Juvêncio Carneiro; o motim de João Costa em 1940; atividades políticas do entrevistado; realizações como prefeito de Pombal e como deputado estadual.....................................................................................................................................................84 a 121
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados