Manuel Duarte Dantas

Entrevista

Manuel Duarte Dantas

Entrevista realizada no contexto do projeto "História política da Paraíba: constituição de acervo", desenvolvido em convênio com a Universidade Federal da Paraíba, entre maio de 1978 e agosto de 1980. O projeto previu um intercâmbio das entrevistas produzidas por cada uma das instituições. Esta entrevista foi realizada pela equipe da UFPB e incorporada ao acervo do CPDOC. A escolha do entrevistado se justificou por sua atuação política no Estado da Paraíba.
Forma de Consulta:
Entrevista datilografada disponível na Sala de Consulta do CPDOC.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Maria Antônia Alonso Andrade
Humberto Cavalcanti de Mello
Data: 7/3/1980
Local(ais):
João Pessoa ; PB ; Brasil

Duração: 2h30min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Manuel Duarte Dantas
Nascimento: 22/9/1889; Mamanguape; PB; Brasil;

Formação: Faculdade de Engenharia na Escola Livre de Engenharia de Recife.
Atividade: Político influente na Paraíba.

Equipe

Levantamento de dados: Maria Antônia Alonso De Andrade;Humberto Mello;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Maria Antônia Alonso De Andrade;Humberto Mello;

Copidesque: Terezinha de Jesus Ramalho Pordeus;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Temas

Coronelismo;
Elites políticas;
João Dantas Martins;
João Pessoa;
José Américo de Almeida;
Manuel Duarte Dantas;
Paraíba;
Política estadual;
Revolução de 1930;

Sumário

1a Fita: dados biográficos; primeiros estudos; graduação em Engenharia; atividades em Mamanguape; compras e questões de terras em Mamanguape; antecedentes familiares: influência política da família Dantas; os Dantas no Movimento Armado de 1911; manifestações políticas de João Dantas; relacionamento da família Dantas com Epitácio Pessoa, Álvaro Machado e Walfredo Leal; Ascendino Feitosa e a família Dantas; rompimento dos Dantas com João Pessoa; personalidade, amizades e atividades de João Dantas; a sucessão de Solon de Lucena; a amizade entre João Dantas e João da Matta; morte de João da Matta; os Dantas e os Lundgrens, e o poderio econômico dos últimos; comentários sobre o governo Suassuna; aliança de João Dantas e José Pereira na Revolução de Princesa; José Américo e João Pessoa; arrombamento do escritório de João Dantas; perseguição aos Dantas por Adhemar Vidal; referências a D. Ritinha Suassuna..........................................................................................................................1 a 33

2a Fita: a "Indústria das Secas"; assassinato de João Suassuna; Adhemar Vidal e João Dantas; prisão de Joaquim Dantas; invasão do escritório de João Dantas; referências a José Américo e Frederico Mindello; documentos apreendidos no apartamento de João Dantas; campanha contra João Dantas pela "A União" e "O Liberal"; desmentido do diário íntimo de João Dantas; perfil de Anaide Beiriz, e seu relacionamento com João Dantas; entrevista de Adhemar Vidal, em 1934; assassinato de João Pessoa; Augusto Dantas; relato do complô para assassinar João Pessoa; prisão de João Dantas; plano para endossar João Lyra no governo do estado da Paraíba; João Dantas na prisão; assassinato de João Dantas e Augusto Caldas..............................................................................................................33 a 67

3a Fita: assassinato de João Dantas; Antonio Silvino; presos que ocupavam celas próximas à de João Dantas; assassinato de João Pessoa; perseguições à família; falecimento do Dr. Franklin Dantas; relato do complô para matar João Pessoa; a família Dantas depois da Revolução de 30; a pacificação de Argemiro de Figueiredo; comentário sobre a Revolução de 30.............................................................................................................................67 a 80.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados