Ruben George Oliven

Entrevista

Ruben George Oliven

Entrevista realizada no contexto do projeto “Memória das Ciências Sociais no Brasil”, desenvolvido com financiamento do Banco Santander, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2020, com o objetivo de constituir um acervo audiovisual de entrevistas com cientistas sociais brasileiros e a posterior disponibilização dos depoimentos gravados na internet.Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Celso Castro
Data: 17/6/2016
Local(ais):
Porto Alegre ; RS ; Brasil

Duração: 2h40min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Ruben George Oliven
Formação: Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (1968); graduação em Ciências Sociais pela UFRGS (1968); mestrado em Planejamento Urbano e Regional pela UFRGS (1973); doutorado em Ciências Sociais pela University of London (1977).
Atividade: Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1970-atual); diretor da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (1980-1982); membro do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Antropologia (1980-atual); colaborador da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (1990-1993); membro do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (1995-2000); colaborador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (1997-2005/2008-atual); membro do Conselho Curador do Instituto Cultural Judaico Marc Chagall (2007-atual); colaborador da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2007-atual); membro da Comissão de Seleção de Novos Membros da Academia Brasileira de Ciências (2007-atual); presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (2006-2008); membro do Conselho Científico e Cultural da Universidade de Federal da Bahia (2009-atual).

Equipe


Transcrição: Leticia Cristina Fonseca Destro;

Conferência da transcrição: Dirceu Salviano Marques Marroquim ;

Técnico Gravação: Isabella Jannotti;

Sumário: João Paulo Pugin Silva;

Temas

Alemanha;
Anos 1960;
Antropologia;
Arte;
Atividade profissional;
Brasil;
Ciências Sociais;
Congressos e conferências;
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq);
Cultura;
Ensino superior;
Estados Unidos da América;
Europa;
Eventos e comemorações sociais;
Família;
Formação profissional;
França;
Golpe de 1964;
Ideologia;
Infância;
Inglaterra;
Instituições de ensino;
Intelectuais;
Magistério;
Movimento cultural;
Música;
Pesquisa científica e tecnológica;
Pós - graduação;
Relações interamericanas;
Religião;
Rio Grande do Sul;
Sociologia;
Universidade Federal do Rio Grande do Sul;
Viagens e visitas;

Sumário

Entrevista: 17/06/2016

Origens familiares na Alemanha; a vinda ao Brasil; o estímulo à intelectualidade na infância; o interesse por Ciências Sociais; o golpe de 1964; as viagens ao exterior em 1965; o curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); o interesse por cultura; o trabalho no colégio israelita; a atuação em empresas de planejamento; o ingresso em Antropologia na UFRGS; o mestrado; o diálogo interdisciplinar da Antropologia; a criação do mestrado em Ciências Sociais; criação do doutorado em Antropologia; Doutoramento na Inglaterra; as diferenças entre Brasil e Europa; os seminários na Europa; a ida à França; as diferenças culturais entre França e Inglaterra; as pesquisas em antropologia urbana; o cenário acadêmico nos anos 1960; o contato com antropólogos; as pautas e demandas da sociedade; Sociologia e ideologia; a criação do mestrado em Antropologia; os primeiros anos dos cursos de pós-graduação; a relação com o Grupo de Estudos de Antropologia Simbólica (GEAS); as atividades na UFRGS; a autonomia do Centro de Ciências Sociais; as disputas entre Antropologia e Sociologia; a participação na Associação Brasileira de Antropologia; a expansão dos eventos científicos; os seminários sobre cultura brasileira; o Movimento tradicionalista no Rio Grande do Sul; a experiência na presidência da ABA; a organização de atividades na ABA; a atuação no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Antropologia na presidência da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS); as experiências familiares com arte e música; as pesquisas sobre MPB; os estudos nos Estados Unidos da América; as diferenças acadêmicas entre EUA e Brasil; a ida à Berkeley; as pesquisas atuais sobre música; as avaliações sobre Antropologia; a fragmentação dos temas de pesquisa; as experiências nos seminários de doutorado; as práticas docentes; as perspectivas para a Antropologia; a preocupação com a formação do antropólogo; a importância da interdisciplinaridade; as influências da religiosidade na infância.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados