Antônio Corrêa de Oliveira Andrade Filho

Entrevista

Antônio Corrêa de Oliveira Andrade Filho

Entrevista realizada no contexto do projeto "Memória Viva" na vigência do contrato entre o CPDOC/FGV e a Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, entre março de 2005 e 2007. O projeto visa à criação do Núcleo de Memória Pernambucana (NUPEME), que compreende a montagem de um banco de entrevistas sobre a história política contemporânea de Pernambuco com políticos pernambucanos de expressão regional e/ou nacional que atuaram ou atuam no Poder Legislativo. O material produzido foi editado, dando origem ao livro PROJETO memória Viva: 14 depoimentos sobre a política pernambucana / Organizadoras Celia Costa e Dulce Pandolfi. Recife: Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, 2007. 2v. il. A escolha do entrevistado se justificou por sua atuação no governo de Pernambuco por um curto período.
Forma de Consulta:
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: PROJETO memória Viva: 14 depoimentos sobre a política pernambucana / Organizadoras Celia Costa e Dulce Pandolfi. Recife: Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, 2007. 2v. il.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Célia Maria Leite Costa
Dulce Chaves Pandolfi
Data: 11/1/2006
Local(ais):
Recife ; PE ; Brasil

Duração: 2h50min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Antônio Corrêa de Oliveira Andrade Filho
Nascimento: 25/6/1927; Gaiuna; PE; Brasil;

Formação: Faculdade de Direito.
Atividade: Político pernambucano.

Equipe

Levantamento de dados: Célia Maria Leite Costa;Dulce Chaves Pandolfi;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Célia Maria Leite Costa;Dulce Chaves Pandolfi;

Transcrição: Lia Carneiro da Cunha;

Conferência da transcrição: Célia Maria Leite Costa;Lara de Melo dos Santos;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Lara de Melo dos Santos;

Temas

Agamenon Magalhães;
Antônio Correia Filho;
Cid Sampaio;
Eleições estaduais;
Eleições municipais;
Europa;
Golpe de 1964;
Governo estadual;
História política;
Miguel Arraes;
Partido Democrata Cristão.;
Partido dos Trabalhadores - PT;
Partidos políticos;
Paulo Guerra;
Pernambuco;
Segunda Guerra Mundial (1939-1945);

Sumário

Entrevista: 11.01.2006
Fita 1-A: Origens e história familiar; infância; os estudos; opinião sobre a Segunda Guerra à época do internato no Colégio Salesiano; posicionamento do governo brasileiro e a entrada do Brasil na Segunda Guerra (1942); o curso de segundo grau e os colegas do Colégio Oswaldo Cruz; participação, como eleitor, na eleição de 1945; as eleições estaduais de 1946 em Pernambuco; viagem à Europa com os colegas da Faculdade de Direito (1950); importância do projeto "Memória Viva!" da Assembléia Legislativa de Pernambuco ............................................................... p. 1-5

Fita 1-B: Participação na política estudantil, como membro do Diretório Acadêmico; viagem à Europa com os colegas da Faculdade de Direito; os professores, os estudos e os colegas da Faculdade de Direito; gosto e influências literárias; obras de José Lins do Rego; formação católica; Frei Caneca; História política de Pernambuco no período Regencial; exercício da advocacia (1950-1982); morte de Agamenon Magalhães (1952); trajetória política de Agamenon Magalhães e antecedentes; nomeação como Delegado do 2º Distrito e de Acidentes (1953); a esposa, Leonor Carolina Correia de Oliveira Andrade; eleição para vereador pelo Partido Democrata Cristão (PDC); eleições municipais de 1955 ................... p.5-12

Fita 2-A: Eleição para vereador pelo PDC; eleição e administração de Pelópidas da Silveira na Prefeitura do Recife (1955-1959); candidatura, eleição e administração de Cid Sampaio no Governo de Pernambuco (1958-1962); nomeação para a Secretaria de Administração do estado de Pernambuco (1960); relações de Cid Sampaio, governador do estado, com Pelópidas da Silveira, prefeito do Recife (1959); vitória de Miguel Arrais, apoiado por Cid Sampaio, sobre João Cleófas na eleição à Prefeitura (1962); governo de Miguel Arrais no estado (1962-1964); greves no período do governo Arrais; destituição de Arrais e nomeação de Paulo Guerra no Governo do estado, após o golpe de 1964 ; opinião sobre o contexto político do golpe militar (1963-1964); movimentos e lideranças dos trabalhadores rurais em Pernambuco na conjuntura anterior ao golpe militar (1963-64); conspiração no interior do círculo militar no pré-1964; opinião sobre os governos militares; relação com Pelópidas da Silveira, na prefeitura do Recife, no momento anterior ao golpe.................p.12-18

Fita 2-B:
Relação com Pelópidas da Silveira, preso político do regime militar; destituição de Miguel Arrais e votação, na Assembléia Legislativa, para nomeação de Paulo Guerra para o Governo do estado (1964); cassações de mandatos políticos em Pernambuco após o golpe; atuação do entrevistado como presidente da ALEPE (criação da Sala de Imprensa); nomeação e governo de Nilo Coelho em Pernambuco (1966-1970); eleições indiretas no período do governo militar; atuação do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) na Assembléia Legislativa (1970); eleição, pela Assembléia Legislativa, de Eraldo Gueiros Leite para o Governo do estado (1971); eleição para a mesa da Assembléia Legislativa (1973); relação da ALEPE com o governador Eraldo Gueiros; atuação dos membros da "Arena rebelde" na ALEPE; o grupo dos autênticos do MDB em Pernambuco......p.18-25

Fita 3-A: O grupo dos autênticos do MDB em Pernambuco; nomeação do entrevistado para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas na conjuntura da volta ao pluripartidarismo; no Governo do estado (1972); afastamento da vida política durante o período no Tribunal de Contas; eleições estaduais em Pernambuco e o voto vinculado (1982); a candidatura de Paulo Maluf à Presidência da República (1985); relações com Marco Maciel; eleição (simulada) do entrevistado e de seu sucessor, José Ramos, para o cargo de presidente da Assembléia (1971); a família do entrevistado, de forte presença no cenário político desde o período imperial; o primo, Pedro Correia de Oliveira; opinião sobre Miguel Arrais e seus governos após o regime militar (1986-1990, 1994-1998); atuação, como presidente, no Sindicato dos Plantadores de Cana; na assessoria do governador Jarbas Vasconcelos (2000-2006); opinião sobre a política estadual atual ................................. p..25-31

Fita 3-B:
Problema histórico da seca e aproveitamento da água no Nordeste; conjuntura atual da política pernambucana, em especial o Partido dos Trabalhadores (PT); administração de João Paulo, do PT, na prefeitura do Recife (2000-2004; 2005-atual); opinião sobre o panorama da política nacional; o entrevistado como membro da Academia Pernambucana de Letras .............................. p.31-35

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados