Gustavo Krause Gonçalves Sobrinho

Entrevista

Gustavo Krause Gonçalves Sobrinho

Entrevista realizada no contexto do projeto "Memória Viva" na vigência do contrato entre o CPDOC/FGV e a Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, entre março de 2005 e 2007. O projeto visa à criação do Núcleo de Memória Pernambucana (NUPEME), que compreende a montagem de um banco de entrevistas sobre a história política contemporânea de Pernambuco com políticos pernambucanos de expressão regional e/ou nacional que atuaram ou atuam no Poder Legislativo. O material produzido foi editado, dando origem ao livro PROJETO memória Viva: 14 depoimentos sobre a política pernambucana / Organizadoras Celia Costa e Dulce Pandolfi. Recife: Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, 2007. 2v. il. A escolha do entrevistado se justificou por ser uma das lideranças vivas mais importantes da história política recente do estado de Pernambuco.
Forma de Consulta:
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: PROJETO memória Viva: 14 depoimentos sobre a política pernambucana / Organizadoras Celia Costa e Dulce Pandolfi. Recife: Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, 2007. 2v. il.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Célia Maria Leite Costa
Dulce Chaves Pandolfi
Data: 4/7/2005 a 13/1/2006
Local(ais):
Recife ; PE ; Brasil

Duração: 8h5min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Gustavo Krause Gonçalves Sobrinho
Nascimento: 19/6/1946; Vitória de Santo Antão; PE; Brasil;

Formação: Graduação em Direito. Especializado em Direito Tributário.
Atividade: Secretário da Fazenda de Pernambuco (1975-1979); Prefeito de Recife pelo Partido Democrático Social-PDS (1979-1982); vice governador de Pernambuco pela mesma legenda (1982-1985), transferindo-se para o Partido da Frente Liberal-PFL (1985-1986); Governador de Pernambuco pelo PFL (1986-1987); Vereador em Recife pelo PFL (1989-1990); Deputado federal pelo PFL (1991-); Secretário da Fazenda de PE (1991-1992); Ministro da Fazenda do governo Itamar Franco (1992-1993); Ministro do meio ambiente de Itamar Franco (1992-1993); Ministro do meio ambiente no Governo Fernando Henrique Cardoso (1995-1999).

Equipe

Levantamento de dados: Célia Maria Leite Costa;Dulce Chaves Pandolfi;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Lara de Melo dos Santos;

Transcrição: Lia Carneiro da Cunha;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Temas

Argentina;
Eleições estaduais;
José Francisco Moura Cavalcanti;
Marco Maciel;
Partido Democrático Social - PDS;
Partidos políticos;

Sumário

1a. Entrevista

Fita 1-A: Nasce em Vitória de Sant`Antão (1946); o pai, Severino Joaquim Krause Gonçalves; a mãe Emoci Krause Gonçalves; mudança para o Recife (1957); a vida no bairro da Torre; a casa e a família; formação religiosa familiar; o irmão, Romeu Krause; a morte dos pais; o tio, Gustavo Krause; cursos clássico e científico no Colégio Padre Félix; ingresso na Faculdade de Direito (1964); o vestibular; sua "alienação política" durante o período de permanência na Universidade (1964-68); posição política dos pais; experiência no magistério...............................................................1-7.

Fita 1-B: "Alienação política" e especialização profissional; formação e posição político-ideológica "anarco-liberal"; obras e autores influentes em sua formação; não envolvimento com a política estudantil; os professores e disciplinas da faculdade e Direito (1964-68); experiências no magistério .......................................................................................................................................7-12 .

Fita 2-A: Isenção política durante o período militar; na Secretaria da Fazenda de Pernambuco (1975-1979); convite-recusado - de Marco Maciel para que assumisse o Ministério da Agricultura (1979); aviso de Marco Maciel de sua indicação para prefeitura de Recife; formação do secretariado de seu tio, Moura Cavalcanti (1975-79); como assessor de Moura Cavalcanti no Ministério da Agricultura (1973-74); Moura Cavalcanti no Ministério da Agricultura; governo e equipe de Moura Cavalcanti; convite de Marco Maciel para assumir a prefeitura do Recife (1979).....................12-17.

Fita 2-B: Adesão ao PDS; sua formação jurídica e fazendária; viagem pra estudos na Argentina (1972); equipe de assessores e atuação na prefeitura do Recife (1979-82) ............................17-20.

Fita 3-A: Projeto dos "barracões", desenvolvidos nas favelas do Recife no período da prefeitura (1979-82); proposta de remoção da favela de Brasília Teimosa e o projeto Teimosinho; assessoria e assessoria informal na prefeitura; preserva seus assessores desaprovados pelo SNI (Serviço Nacional de Informações) - os "tupamaros"; relações com a esquerda; outros projetos desenvolvidos na prefeitura; greve de motoristas de ônibus no Recife (1979); o líder da greve, Félix Cardoso; sua relação enquanto prefeito com Marco Maciel governador (1979-82).......................................20-31.

2a. Entrevista

Fita 4-A: A política cultural durante sua administração na prefeitura; o projeto artedoor; descaracterização e resgate das tradições do carnaval pernambucano; o "Frevança"; campanha Viva o Recife; o bloco "Galo da Madrugada"; turismo como segmento econômico de investimento da prefeitura; o bloco "Pinto da Madrugada" em Maceió; o "Galo da Madrugada" como tradição em Recife................................................................................................................................1-7

Fita 4-B: Administração na prefeitura do Recife (1979-82); eleições de 1982; possível candidatura ao governo de Pernambuco (1981); conversa com o tio José Francisco de Moura Cavalcanti acerca de sua candidatura; trajetória política de Moura Cavalcanti; Moura Cavalcanti no governo do Amapá (data ?); dissolução de sua candidatura ao governo em conversa com Marco Maciel; integração, como vice, à chapa de Roberto Magalhães ao governo de Pernambuco (1982)..........................7-13

Fita 5-A: Filiação ao PDS (1979); candidatura a vice-governador nas eleições de 1982; clima da campanha eleitoral de 1982; a esquerda pernambucana; chapa Roberto Magalhães-Gustavo Krause ao governo do estado (1982); vitória da oposição (1974) e o processo de abertura; as oposições e a vinculação de votos nas eleições de 1982; vitória da chapa do PDS nas eleições e derrota no Recife; enquanto vice-governador de Roberto Magalhães .....................................................13-20

Fita 5-B: Posição - pessoal e da bancada do PDS - quanto à emenda Dante de Oliveira (1984); relação do governo de Pernambuco com a oposição na ALEPE (1982-1986); campanha e eleições para a prefeitura de Recife (1985); Miguel Arraes como liderança de esquerda no cenário nacional; Arraes como seu sucessor no governo do estado (1986); a sucessão presidencial pelo colégio eleitoral (1984)..................................................................................................................20-26

Fita 6-A: Dissidência no PDS e origem do PFL (1985); articulação da chapa Tancredo Neves - José Sarney; campanha e eleição de Tancredo Neves no Colégio eleitoral (1985); morte de Tancredo neves e expectativas em relação ao seu governo; governo de José Sarney (1986-1990); rejeita candidatura a Câmara federal para assumir o governo de Pernambuco (1986); possível candidatura a Câmara Federal; segurança do governo de Pernambuco .......................................................26-32

Fita 6-B: Manifestação do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) em Pernambuco (1986); administração no governo do Pernambuco (1986); relação com o prefeito de Recife Jarbas Vasconcelos; encerramento do seu governo em Pernambuco (1986); campanha da eleição ao governo do estado - José Múcio x Miguel Arraes (1986); governo de Miguel Arraes em Pernambuco (1990-1994); vitória eleitoral de Miguel Arraes (1994); campanha e eleição para a Câmara dos vereadores (1988); recusa voto e apoio à Fernando Collor na eleição presidencial de 1989; passagem pela Secretaria da Fazenda e Pernambuco no governo de Joaquim Francisco (1991); retorno à Câmara Federal (1991); no Ministério da Fazendo do governo Itamar Franco (1992); candidatura ao governo de Pernambuco (1994)....................................................................32-38.

3ª entrevista

Fita 7-A: Indicação para o Ministério da Fazenda, no governo Itamar Franco; gestão no Ministério (75 dias); episódio da Portaria do aumento de preços dos combustíveis. ...................................1 -6

Fita 7-B ( falhas na gravação; trechos inaudíveis): Episódio do decreto de congelamento dos preços de remédios; saída do Ministério da Fazenda; Programa do Saneamento da Caixa Econômica Federal; FHC no Ministério da Fazenda- competência e sorte; Aliança Jarbas Vasconcelos/PFL visando Prefeitura e Governo de Estado em Pernambuco.; apoio de Jarbas Vasconcelos à candidatura de Krause ao governo de Pernambuco, em 1994...................................................6-11

Fita 8-A: Ministério do Meio Ambiente - escolha e realizações; Programa do desenvolvimento Integrado da Amazônia; Projeto do atual governo sobre exploração da Floresta dentro dos padrões de sustentabilidade............................................................................................................11-16

Fita 8-B: Opinião sobre a atual gestão no Ministério do Meio Ambiente e sobre a ministra Marina da Silva; episódio sobre nomeação para o IBAMA, durante sua gestão no Ministério, envolvendo o senador Antônio Carlos Magalhães; relação com Marco Antônio Maciel; decisão de se afastar da vida pública (cargos executivos); panorama político nacional; avaliação da crise política do governo Lula .................................................................................................................16 - 21

Fita 9 - A
Avaliação negativa do governo Lula, do ponto de vista do crescimento econômico: cenário político em Pernambuco; novas lideranças; importância Projeto Memória Viva ( ALEPE/FGV) ---------------------- 21 - 25
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados