Isabel Maria Alçada Casimiro

Entrevista

Isabel Maria Alçada Casimiro

Entrevista realizada no contexto do projeto “Cientistas sociais de países de Língua Portuguesa: histórias de vida”, com financiamento do Programa de Cooperação em matéria de Ciências Sociais para os países da comunidade de Língua Portuguesa (Programa Ciências Sociais CPLP) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O projeto teve vigência de dois anos (2008/2009). Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Guilherme Mussane
Data: 18/8/2008
Local(ais):
Maputo ; -- ; Moçambique

Duração: 1h17min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Isabel Maria Alçada Padez Cortesão Casimiro
Nascimento: 14/1/1955; Maputo; --; Moçambique;

Formação: Bacharelado (1979) e licenciatura (1986) em História pela Universidade Lourenço Marques, atual Universidade Eduardo Mondlane. Cursou o Mestrado e o Doutorado na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
Atividade: Pesquisadora integral do Centro de Estudos Africanos da Universidade Eduardo Mondlane.

Equipe

Levantamento de dados: Guilherme Mussane;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Guilherme Mussane;

Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Carlos Subuhana ;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque; Ítalo Rocha Viana;

Sumário: Tereza Azambuja;

Temas

África;
Atividade acadêmica;
Ciências Sociais;
Direito;
Feminismo;
História;
Islamismo;
Mandato político;
Mário de Andrade;
Moçambique;
Movimentos sociais;
Nacionalismo;
Socialismo;

Sumário

Entrevista: 19.08.2008

Arquivo em vídeo 1: Escolha pelas Ciências Sociais; o fim do colegial e a decisão da carreira profissional; a migração de História (bacharelado pela Universidade Lourenço Marques) para as Ciências Sociais (mestrado pela Universidade de Coimbra); diferenças e semelhanças entre Aquino de Bragança e Ruth First; recordações do curso de Desenvolvimento no Centro de Estudos Africanos; o convívio com Aquino de Bragança e Ruth First; as linhas de pesquisa do Centro: Moçambique no contexto das transições na África Austral; o estudo das questões da terra; a ideia da Oficina de História; menção aos temas de projeto de mestrado e doutorado; a participação no grupo de pesquisa Cruzeiro do Sul – Instituto de Investigação para o Desenvolvimento (1998-2001); a questão das sociedades matrilineares e o Islã; referência às funções que exerceu de diretora-adjunta (1982-1983) e diretora (1990-1995) do Centro de Estudos Africano; o projeto Women and Law in Southern Africa Research Project (WLSA) (1990-1996) criado pelo Departamento de Estudos da Mulher e Gênero; impressões e recordações acerca de Mário de Andrade; a experiência na Faculdade de Antigos Combatentes e Trabalhadores de Vanguarda e seus cursos de formação de professores; contribuições às Ciências Sociais de Moçambique; estudo do nacionalismo e socialismo, do político e social; reflexões e críticas construtivas às escolas teóricas; as dificuldades de uma postura social auto-analítica, as contradições entre o Direito costumeiro e as faculdades de Direito; o impacto da lei da família em Moçambique, a atual inexistência das terras públicas; o reduzido espaço do debate e da investigação teórica e a recente proliferação dos centros de pesquisa; a questão da nova integração democrática regional e os planos futuros do Centro......p.1-12


Arquivo em vídeo 2: o mandato como deputada da Assembléia da República pela cidade de Maputo (1990-1995); o Parlamento e as relações de poder; as diferentes gerações de cientistas sociais..............p.12-15
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados