José Gomes Talarico I

Entrevista

José Gomes Talarico I

Entrevista realizada no contexto da pesquisa “Trajetória e Desempenho das Elites Políticas Brasileiras”, parte integrante do projeto institucional do Programa de História Oral do CPDOC, em vigência desde sua criação, em 1975. A escolha do entrevistado se justificou pela sua trajetória política, destacando-se como político do PTB e com longa passagem pela vida parlamentar. Foi deputado federal, estadual, além de fundador do PDT.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Maria Cristina Guido
Reinaldo Roels Júnior
Data: 15/9/1978 a 2/7/1979
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 7h40min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: José Gomes Talarico
Nascimento: 11/11/1915; São Paulo; SP; Brasil;

Falecimento: 6/12/2010; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Crimonologia na Escola de Polícia do Instituto Paulistano.
Atividade: Deputado federal DF (1956-1957); deputado federal GB (1960 e 1961-1962); deputado estadual GB (1963-1964); deputado estadual RJ (1983-1985).

Equipe


Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Temas

Angelo Mendes de Morais;
Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça;
Arquivos públicos;
Assembleia Legislativa;
Associações de trabalhadores;
Assuntos familiares;
Atividade profissional;
Carlos Lacerda;
Casa do Estudante do Brasil;
Cassações;
Comício da Central (1964);
Comunismo;
Congressos e conferências;
Conselho de Segurança Nacional;
Decretos;
Desportos universitários;
Eleições;
Esquerda Democrática (1945-1947);
Estado de sítio;
Estado Novo (1937-1945);
Federações de trabalhadores;
Filosofia;
Formação acadêmica;
Francisco Franco;
Frente Parlamentar Nacionalista (1956);
Getúlio Vargas;
Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951);
Governo Getúlio Vargas (1951-1954);
Governo Juscelino Kubitschek (1956-1961);
Greves;
Guanabara;
Hugo Borghi;
Hugo Faria;
Humberto de Alencar Castelo Branco;
Ivete Vargas;
Jânio Quadros;
João Goulart;
José de Segadas Viana;
José Gomes Talarico;
Leonel Brizola;
Manifesto dos Coronéis (1954);
Ministério do Trabalho;
Movimento estudantil;
Movimento sindical;
Olavo Bilac;
Partido Comunista Brasileiro - PCB;
Partido de Representação Popular - PRP;
Partido Trabalhista Brasileiro - PTB;
Partidos políticos;
Polícia;
Queremismo (1945);
Redemocratização de 1945;
Reformas de base;
Repressão política;
Revolta de 1924, SP;
San Tiago Dantas;
São Paulo;
Sérgio Magalhães;
Sindicatos de trabalhadores;
Sociedades secretas;
Tenório Cavalcanti;
Trabalhismo;
Transportes;
Tribuna da Imprensa;
União Democrática Nacional;
União Nacional dos Estudantes;

Sumário

1ª Entrevista: a formação do PTB em 1945; o final do Estado Novo e o projeto da União Cultural Brasileira; atuação do PC na área trabalhista; o PTB e as eleições de 1945; o registro do PTB; a transferência de Talarico para o Rio; repórter de A Noite; a família Talarico; participação nas greves estudantis desde 1929; a segunda prisão, aos 13 anos; depredação da sede do PRP; fuga da casa paterna (1930); lembranças familiares; primeiro encontro com Getúlio Vargas; caravana de estudantes ao Rio Grande do Sul; fundação da UNE; Ana Amélia Carneiro de Mendonça e a Casa do Estudante do Brasil; secretário do Centro Acadêmico Osvaldo Cruz; curso de criminologia na Escola de Polícia de São Paulo; curso de filosofia na Faculdade de Filosofia de São Bento (SP); transferência para o Rio; presidente do Centro Acadêmico de Criminologia; fundação do PTB; queremismo; Hugo Borghi; candidatura Dutra e apoio de Vargas; o PTB/DF; PTB ideológico x PTB getulista; o sindicalismo brasileiro; atividades profissionais no Ministério do Trabalho; inspetor do trabalho; presidente da Comissão do Imposto Sindical; presidente da Associação dos Servidores; o governo Dutra; Otalício Negrão de Lima no Ministério do Trabalho; intervenção nos sindicatos; a Confederação Nacional dos Trabalhadores (CNT); e a Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT); o direito de greve; rompimento entre o PTB e o ministro do Trabalho; criação do agente de economia popular; trabalhistas e comunistas; volta de Getúlio ao poder; restabelecimento da liberdade sindical; redemocratização do Ministério do Trabalho; destruição do arquivo do Ministério do Trabalho em 1964.

2ª Entrevista: origem familiar; família paterna; família materna portuguesa; o I Congresso Ibero-Americano de Seguridad Social; visita ao general Franco; participação do pai no PRP; estafeta na Revolução de 1924; a primeira prisão, aos nove anos; mudança para a casa do tio; movimento estudntil brasileiro desde 1918; a Bucha; Olavo Bilac; a criação da UNE e sua primeira diretoria; a criação da CBDU; eleições na UNE em 1942; a União Cultural Brasileira; eleições de 1945; a criação do PTB/DF; as mobilizações populares da UDN e do PC em 1945; os trotskistas e a Esquerda Democrática; a formação do PTB, o decreto-lei nº 9.070; os ministros do Trabalho no governo Dutra; a cassação do registro do PC; a repressão aos comunistas dentro do Ministério do Trabalho; as eleições de 1950; tentativa de revolta dos sargentos em 1947: movimento pelo retorno de Getúlio Vargas; o segundo governo Vargas; as concessões ao PSD; os problemas com Exército; os ministros do Trabalho no segundo governo Vargas; a criação da Comissão Técnica de Orientação Sindical; a greve dos marítimos; a extinção do decreto-lei nº 9.070; a administração de João Goulart no Ministério do Trabalho; a Tribuna da Imprensa e a república sindicalista; Danton Coelho x Goulart; a demissão de Jango; comentários acerca da importância da matéria “180 contos para a banheira de Gregório”, publicada no jornal O Diário Carioca.

3ª Entrevista: o Manifesto dos Coronéis e a demissão de Jango; a nomeação de Hugo de Faria; Jango assume a presidência do PTB; PTB/DF contra Ivete Vargas; primeiro suplente de deputado (1954); a liberdade sindical; a saída de Segadas Viana do Ministério do Trabalho; o Pacto de Unidade Intersindical; o Comitê de Imprensa do Ministério do Trabalho; a estrutura do PTB/DF; relações entre o PTB/DF e o PTB nacional; a ascensão de Sérgio Magalhães; as eleições de 1960 na Guanabara; as candidaturas de Tenório Cavalcanti e Mendes de Morais; o Grupo Compacto do PTB; a Frente Parlamentar Nacionalista; a derrota de Jango ao Senado em 1954; as eleições de 1955; a “traição” de Juscelino; os ministros do Trabalho do governo Juscelino; a Comissão do Imposto Sindical; a ascensão de Jânio Quadros em São Paulo; os ministros militares do governo Juscelino; o Conselho de Segurança Nacional; a greve dos transportes coletivos (1958); a prisão do depoente; Juscelino e Ivete Vargas; o PTB e o governo Jânio Quadros; a renúncia de Jânio; as eleições de 1962; a ascensão do PTB; Brizola eleito deputado federal pela Guanabara; a bancada do PTB na Assembléia Legislativa; as reformas de base; Sérgio Magalhães e Lacerda; o plebiscito.

4ª Entrevista: fim do governo Goulart; o 1º de maio de 1963; PC x seu esquema sindical; a Frente Parlamentar Nacionalista; a Frente de Mobilização Popular; Jango e Arrais; a viagem aos Estados Unidos (1963); a conspiração contra Goulart nos Estados Unidos; a demissão de Carvalho Pinto do Ministério da Fazenda; San Tiago Dantas e a ITT; aprovação das contas do governo Lacerda; o pedido de estado-de-sítio; os ministros militares no governo Goulart; o comício de 13 de março na Central do Brasil; o fracasso do dispositivo militar de Jango; acefalia no Ministério da Guerra; Castelo Branco na liderança da conspiração contra o governo Goulart.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados