Luiz Alves Ferreira

Entrevista

Luiz Alves Ferreira

Entrevista realizada no contexto do projeto "História do Movimento Negro no Brasil", desenvolvido pelo CPDOC em convênio com o South-South Exchange Programme for Research on the History of Development (Sephis), sediado na Holanda, a partir de setembro de 2003. A pesquisa tem como objetivo a constituição de um acervo de entrevistas com os principais líderes do movimento negro brasileiro. Em 2004 passou a integrar o projeto "Direitos e cidadania", apoiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) do Ministério da Ciência e Tecnologia. As entrevistas subsidiaram a elaboração do livro "Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC." Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007. A escolha do entrevistado se justificou por ter fundado o Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN), e por seu cargo como primeiro presidente da entidade.
Forma de Consulta:
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC. Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Verena Alberti
Amilcar Araujo Pereira
Data: 8/9/2004 a 9/9/2004
Local(ais):
São Luís ; MA ; Brasil

Duração: 1h30min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Luiz Alves Ferreira
Nascimento: 16/10/1944; Brejo; MA; Brasil;

Formação: Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Maranhão (1971) e mestrado em Patologia Humana pela Universidade Federal da Bahia (1992).
Atividade: Membro do Comitê Técnico de Saúde da População Negra do Ministério da Saúde e professor adjunto IV da Universidade Federal do Maranhão. Foi um dos fundadores do Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN), e primeiro presidente da entidade.

Equipe


Transcrição: Amilcar Araujo Pereira; ;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes; Marco Dreer Buarque;

Sumário: Luisa Quarti Lamarão;

Temas

Assuntos familiares;
Discriminação racial;
Educação;
Família;
Formação acadêmica;
Formação escolar;
Formação profissional;
Maranhão;
Medicina;
Movimento estudantil;
Movimento negro;
Música;
Negros;
Política;
Questão agrária;
Racismo;
Saúde pública;

Sumário

FITA 1-A
Origem familiar; comentários sobre a trajetória da avó paterna; lembranças das habilidades musicais da família do entrevistado; críticas às técnicas de plantio na região do Vale do Rio Parnaíba; trajetória educacional do entrevistado; informações sobre a Campanha Nacional do Educandário Gratuito; a participação do entrevistado no movimento estudantil no Maranhão; a entrada para a faculdade de Ciências Médicas da Sociedade Maranhense de Cultura Superior (1966) e a opção pela medicina; críticas à política educacional brasileira; comentários sobre a criação da Universidade do Maranhão.

FITA 1-B
Breves recordações da experiência no movimento estudantil da faculdade; comentários sobre as comemorações pela formatura do entrevistado (1971); debate sobre a importância da valorização da identidade negra; a cobrança da família para o entrevistado seguir a carreira política, considerações sobre os dois anos de estudos em patologia na Universidade de São Paulo - USP; comentários sobre a situação do sistema de saúde nas comunidades pobres e negras; a trajetória profissional do entrevistado após a formatura; lembranças do contexto da fundação do Centro de Cultura Negra do Maranhão - CCN (1979); breves comentários sobre Lélia Gonzalez; explicações sobre a organização do CCN.

2a Entrevista: 09.09.2004

FITA 2-A
A questão da terra como estratégia de luta do CCN; discussão sobre a importância dos quilombos no Maranhão; informações sobre o 2o Encontro Norte-Nordeste; comentários sobre as formas de atuação do CCN durante a gestão do entrevistado; novas informações sobre a organização do CCN; longos comentários sobre a saúde pública no Brasil; balanço das diferentes formas de militância do entrevistado.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados