Mem de Sá

Entrevista

Mem de Sá

Entrevista realizada no contexto da pesquisa "Trajetória e desempenho das elites políticas brasileiras", parte integrante do projeto institucional do Programa de História Oral do CPDOC, em vigência desde a sua criação em 1975. Trechos da entrevista foram publicados no livro GETÚLIO: uma história oral. / Valentina da Rocha Lima (Coordenação) ; Dora Rocha...[et al]. Rio de Janeiro: Record, 1986. 321. il. A escolha do entrevistado se justificou por sua trajetória política.
Forma de Consulta:
Entrevista datilografada disponível na Sala de Consulta do CPDOC.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Rosa Maria Barbosa de Araújo
Alírio Eberhardt
Data: 12/7/1977 a 28/7/1977
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 8h0min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Mem de Sá
Nascimento: 10/5/1905; Porto Alegre; RS; Brasil;

Falecimento: 14/3/1989; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Faculdade de Direito de Porto Alegre (1928).
Atividade: Jornalista; participação nas Revoltas de 1922 e 1923; deputado estadual pelo Rio Grande do Sul (1947-1955) e senado pelo mesmo Estado (1956-1966 e 1966-1971); Ministro da Justiça (1966) e Ministro e Presidente do Tribunal de Contas da União - TCU (1971-1973/1972-1973).

Equipe

Levantamento de dados: Rosa Maria Barbosa de Araújo;Alírio Eberhardt;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Rosa Maria Barbosa de Araújo;Alírio Eberhardt;

Conferência da transcrição: Nara Azevedo de Brito;

Copidesque: Elisabete Xavier de Araújo;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Nara Azevedo de Brito;

Temas

Aliança Libertadora, RS (1922);
Borges de Medeiros;
Constituição federal (1934);
Getúlio Vargas;
Integralismo;
Mem de Sá;
Oswaldo Aranha;
Parlamentarismo;
Partido Libertador (1928-1937);
Partido Republicano Liberal - PRL;
Partido Republicano Riograndense - PRR;
Política estadual;
República Velha (1889-1930);
Revolução Constitucionalista (1932);
Revolução de 1930;
Rio Grande do Sul;

Sumário

1a Entrevista: o caudilho; a Revolução de 1923 e a Aliança Libertadora; o Partido Libertador; a adesão do PL à Frente Única; origem social do PL; eleições na República Velha; propagação das idéias libertadoras....................................................................................................................................................1 a 16

2a Entrevista: fraude eleitoral; emigração de federalistas para Mato Grosso; a preponderância do PRR no Rio Grande do Sul; a Aliança Libertadora e o combate a Borges de Medeiros; o Congresso de Bajé; articulações revolucionárias em 1930; o desenvolvimento do associativismo no governo estadual de Getulio; o PL e o Governo Provisório; os ministros gaúchos no Governo Provisório; Lindolfo Collor no Ministério do Trabalho; interventoria de Flores da Cunha......................................................................16 a 37

3a Entrevista: a Aliança Libertadora e o voto secreto; o Partido Democrático Nacional; as idéias econômicas na República Velha; o poder das oligarquias; a atuação das forças federais no Rio Grande do Sul; autonomia estadual na Primeira República; o governo Borges de Medeiros; o governo Flores da Cunha; atividade agrícola e pecuária no Rio Grande; frigoríficos estrangeiros instalados no Rio Grande; o contrabando; a representação classista; a cisão no PRR e a criação do Partido Republicano Liberal; os dirigentes do PRR; a cisão do Rio Grande com Getulio em 1931; Borges de Medeiros; a Revolução de 1932; as demissões dos ministros de Vargas em 1932; a articulação do movimento de 1932 no Rio Grande; setores sociais que apoiaram a Revolução; Osvaldo Aranha e o PRR; mocidade castilhista e libertadora; a ala feminina do PL; dissidências no PL em 1932.............................................................37 a 82

4a Entrevista: o governo Flores da Cunha; as adesões ao PRL; Osvaldo Aranha; impacto da Revolução de 1932 no PL; prefeitos libertadores; a atuação da LEC; o exílio de Raul Pilla; as eleições de 1933 no Rio Grande; Borges de Medeiros e a Brigada Militar; os corpos provisórios; a união entre libertadores e republicanos a partir de 1932; o parlamentarismo; o diretório federalista de Santana do Livramento; a autoridade de Raul Pilla; as dissidências no PL; a adesão do eleitorado perrepista ao PRL; o programa do PRR; o programa do PL e a questão social; os métodos de Flores da Cunha; o peso político do Rio Grande na política nacional; o corporativismo; a idéia corporativa e as organizações fascistas no Rio Grande; a colonização do Rio Grande; a participação política de alemães e italianos; o integralismo no estado; a massa eleitoral na zona colonial; Góis Monteiro e os tenentes no Rio Grande; a Constituinte Estadual em 1935; os representantes da Frente Única na Constituinte; a eleição indireta; a liderança do PRR; a anistia de 1934; a Constituinte de 1934.....................................................................................82 a 151

5a Entrevista: a imprensa no Rio Grande do Sul; a campanha para a Assembléia Estadual e para o Congresso Nacional; a atuação da AIB no Rio Grande; o desentendimento entre Vargas e Flores da Cunha; a Constituição estadual; a atuação da Frente Única no Congresso; tentativas de aproximação entre Pilla e Flores; a intervenção no Rio Grande e a campanha presidencial...............................151 a 175
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados