Olavo Monteiro de Carvalho I e Rui Patricio

Entrevista

Olavo Monteiro de Carvalho I e Rui Patricio

Entrevista realizada no contexto do projeto "As faces do mago da economia: atuação e legado de Mario Henrique Simonsen", desenvolvido em convênio com a Cia. Bozano, Simonsen e a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), entre 2000 e 2001, com o objetivo de publicar um livro de depoimentos sobre Mario Henrique Simonsen - MÁRIO Henrique Simonsen: um homem e seu tempo, depoimentos ao CPDOC/ Organizadores Verena Alberti, Carlos Eduardo Sarmento, Dora Rocha. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 2002. 310p. il. O entrevistado foi selecionado por haver testemunhado a atuação de Mario Henrique Simonsen no conselho de administração da Monteiro Aranha.
Forma de Consulta:
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: MÁRIO Henrique Simonsen: um homem e seu tempo, depoimentos ao CPDOC/ Organizadores Verena Alberti, Carlos Eduardo Sarmento, Dora Rocha. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 2002. 310p. il.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Verena Alberti
Carlos Eduardo Barbosa Sarmento
Data: 4/5/2001
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 1h0min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Olavo Egydio Monteiro de Carvalho
Nascimento: 24/2/1942; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Curso de Engenharia Mecânica na Technische Hochschule em Munique, Alemanha.
Atividade: Ocupou a presidência da seção brasileira do Conselho Empresarial Brasil-Argentina e foi membro do conselho do Instituto de Estudo para o Desenvolvimento Industrial - Iedi. Empresário do grupo monteiro aranha, ocupando inúmeros cargos nas empresas do grupo, tais como os de membro do Conselho de Administração da Klabin e da Ultrapar. Presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro.

Nome completo: Rui Manuel de Medeiros D`Espiney Patrício
Nascimento: 17/8/1932; Lisboa; PT; Portugal;

Formação:
Atividade: Em Portugal: colaborador do gabinete do Ministro do Ultramar (1957); assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (1958-1963); professor no Instituto de Estudos Sociais do Ministério das Corporações e Previdência Social (1964-1965); consultor da sociedade anônima concessionária da refinação de petróleo em Portugal (1958-1964); membro da comissão de coordenação dos serviços provinciais de planejamento e integração econômica do Ministério do Ultramar (1963-1965); subsecretário de estado do fomento ultramarino (1965-1970); ministro dos negócios estrangeiros (1970 a abril de 1974). No Brasil: diretor superintendente e vice-presidente executivo de monteiro aranha S.A. (1976-1991); presidente do conselho de administração da masa-alsthom do Brasil (1990-1997); presidente do conselho geral da hochtief do Brasil (1990-1997); membro do conselho de administração da Ericsson do Brasil (1979-1997). À época da entrevista era membro do conselho de administração de diversas empresas do grupo monteiro aranha, da companhia industrial São Paulo e Rio (Cisper), das indústrias Klabin de papel e celulose, da Axa seguros, da Telesp celular e outros.

Equipe

Levantamento de dados: Verena Alberti;Carlos Eduardo Barbosa Sarmento;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Verena Alberti;Carlos Eduardo Barbosa Sarmento;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Viviane de Fátima Magalhães;

Temas

Economia;
Economistas;
Fernando Collor de Mello;
Governo Ernesto Geisel (1974-1979);
Indústria;
Investimento estrangeiro;
Mário Henrique Simonsen;
Planos econômicos;

Sumário

Entrevista: 04.05.2001
Fita 1-A: Origens familiares; histórico da Monteiro Aranha S.A.: fundação, primeiros empreendimentos; início das atividades internacionais; sociedade na Companhia Industrial São Paulo e Rio (Cisper), negócios com a família Klabin; implantação da Volkswagen do Brasil (1953), tendo 20% de ações; interesse dos países árabes produtores de petróleo na indústria automobilística (década de 1970); negociação de venda de 10% das ações da Volkswagen do Brasil para o Kwait; comentário sobre a função de Mário Simonsen na Monteiro Aranha S.A.; aproximação entre a Monteiro Aranha S.A. com a Volkswagen da Alemanha (década de 1950); comentário sobre a entrada de Mário Simonsen na Monteiro Aranha S.A. (junho 1981); primeiros contatos com Mário Henrique Simonsen; contatos entre Mário Henrique e Fernando Collor de Mello, então candidato a presidência da República; escolha de Zélia Cardoso de Mello para o ministério da Economia; reação dos economistas ao Plano Collor (1990); entrada e atuação de Mário Henrique no conselho administrativo da Monteiro Aranha S.A. (1981): negociação da venda de 10% das ações da Volkswagen do Brasil em 1986.
Fita 1-B: Lei da Informática (1984) e criação da Matec, abertura do capital da Monteiro Aranha S.A. em 1979 e 1989, venda de 10% das ações da Volkswagen do Brasil para o Kwait em 1980; política contencionista de Mário Henrique e reação empresarial; Mário Henrique: talento como professor; conhecimento intelectual, prestígio internacional; diferença entre a produção de análises econômicas hoje e nas décadas de 1960/70; importância de Mário Henrique na atração de investimentos estrangeiros para o Brasil; relação entre Mário Henrique e o presidente Ernesto Geisel (1974-1979).
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados