Paulo Firmino de Aguiar

Entrevista

Paulo Firmino de Aguiar

Entrevista realizada como parte integrante de um projeto interno do CPDOC intitulado "Dossiê Brasília 50 Anos". Coordenado pela professora Helena Bomeny, este projeto contou com a participação de uma equipe de pesquisadores do Centro para o levantamento de dados acerca da história de Brasília no ano em que esta cidade completa 50 anos (2010). A escolha do entrevistado se justificou pela sua ativa participação nas obras de construção da cidade de Brasília, entre os anos de 1959 e 1961.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Bernardo Buarque de Hollanda
Vanuza Moreira Braga
Data: 22/4/2010
Local(ais):
Juiz de Fora ; MG ; Brasil

Duração: 1h37min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Paulo Firmino de Aguiar
Formação: Não se referiu à escolaridade.
Atividade: Aposentado da construção civil.

Equipe

Levantamento de dados: Vanuza Moreira Braga;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Bernardo Borges Buarque de Hollanda;Helena Maria Bousquet Bomeny;

Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Mariana Franco Lopes;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque; Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Sumário: Mariana Franco Lopes;

Temas

Ademar de Barros;
Assuntos familiares;
Brasília;
Carlos Lacerda;
Construção civil;
Corrupção e suborno;
Eleições presidenciais;
Favela;
Governo Fernando Henrique Cardoso (1995-1998);
Governo Fernando Henrique Cardoso (1999-2002);
Governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003 - 2010);
Jânio Quadros;
Juscelino Kubitschek;
Paisagem urbana;
Planejamento urbano;
Polícia;
Rio de Janeiro (cidade);
Roberto Jefferson;
Segurança do trabalho;
Transferência da capital (Brasília);
Urbanismo;

Sumário

Entrevista 22/04/2010

Arquivo em áudio 1: Origens familiares; comentários sobre a infância em Ingá do Bacamarte, na Paraíba; a vinda para o Rio de Janeiro em 1953, aos 19 anos: a adaptação à vida na cidade grande; referências às primeiras construções nas quais trabalhou; menção ao período em que residiu na Avenida Presidente Vargas e observações sobre as mudanças sofridas nesta região; impressões acerca de Juscelino Kubitschek; relato emocionado de uma visita de Juscelino à uma obra na qual trabalhou; o surgimento da possibilidade de ir trabalhar na construção de Brasília: o convite da Empresa Técnica de Engenharia e Construções; menção às demais construtoras que foram para Brasília nesta época; comentários sobre a descrença que existia com relação à nova capital; o rápido desenvolvimento das construções em Brasília; breve referência às eleições presidenciais de 1960 e às idas à comícios nas campanhas eleitorais de Juscelino Kubitschek e Jânio Quadros; opinião com relação a Jânio; as primeiras viagens à Brasília de avião; a chegada em Brasília em 1959 e o grau de desenvolvimento das obras neste momento; observações acerca dos candangos: suas origens e a rotina de trabalho; comentários sobre as obras em que trabalhou após voltar ao Rio em 1961; relatos das condições de segurança do trabalho e dos acidentes ocorridos durante a construção da nova capital; a repressão aos candangos pela Polícia da Novacap; as mudanças sofridas em Brasília, percebidas durante sua visita à capital em 2003; observações acerca da inauguração de Brasília em 1960..p.1-23

Arquivo em áudio 2: Lembranças das construções em curso no momento em que chegou à Brasília (1959): o Banco Central, a Catedral e a Igreja Nossa Senhora Aparecida; as diferenças de Brasília dos anos 2000 com relação à época de sua fundação: a ligação com as cidades ao seu redor; comentários acerca do governo de Carlos Lacerda (1960-1965) e opinião com relação à remoção de favelas; a opção de deixar Brasília e voltar para o Rio de Janeiro; as condições de trabalho encontradas ao chegar a Brasília; o trabalho em obras após o retorno ao Rio em 1961 até o governo Fernando Henrique Cardoso; menção à perda econômica que a transferência da capital resultou para o Rio de Janeiro e o crescimento da economia durante o regime militar; opinião com relação aos governos FHC e Lula; comentários sobre a morte de Juscelino Kubitschek; os impactos das mudanças que percebeu no retorno à Brasília em 2003; comentários sobre políticos corruptos de Brasília e Minas Gerais; as impressões acerca de Brasília e de Juscelino Kubitschek...p.23-40
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados