Wagner Alves Benevides

Entrevista

Wagner Alves Benevides

Entrevista realizada no contexto do projeto Memórias dos fundadores do PT, através do convênio estabelecido entre o Centro Sérgio Buarque de Hollanda - Documentação e Memória Política, da Fundação Perseu Abramo, e o CPDOC, da Fundação Getulio Vargas, a partir de 01 de dezembro de 2004, com o objetivo de constituir acervo digital e de publicar um livro desses depoimentos editados.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Marieta de Moraes Ferreira
Alexandre Fortes
Data: 18/12/2006
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 1h44min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Wagner Alves Benevides
Nascimento: 20/5/1938; Fordlandia; PA; Brasil;

Formação: Técnico em Edificações e Pontes.
Atividade: Fundador do Partido dos Trabalhadores. Chefe do escritório regional da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (Seap) do Ministério Da Pesca.

Equipe

Levantamento de dados: Marieta de Moraes Ferreira;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Marieta de Moraes Ferreira;

Transcrição: Lia Carneiro da Cunha;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque;

Sumário: Luanna Gentil ;

Temas

Amazônia;
América do Sul;
Brasília;
Cinema;
Comando Geral dos Trabalhadores;
Democracia;
Ditadura;
Família;
Frei Betto (Carlos Alberto Libânio Christo);
Governo federal;
Governo Jânio Quadros (1961);
Governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003 - 2010);
Greves;
Igreja Católica;
Luís Carlos Prestes;
Luiz Inácio Lula da Silva;
Minas Gerais;
Movimento sindical;
Partido dos Trabalhadores - PT;
Partidos políticos;
Petrobras;
Petróleo;
Rio de Janeiro (cidade);
Sindicalismo;

Sumário

Entrevista: 18/12/2006

Origens familiares na região amazônica; a formação escolar técnica; o trabalho na Refinaria de petróleo de Manaus (REMAN); a formação na Igreja católica; a participação na criação do sindicato na REMAN; a migração para o Rio de Janeiro para trabalhar na Refinaria Duque de Caxias da Petrobrás; a criação da entidade sindical em 1961; os impactos políticos do Governo Jânio da Silva Quadros; a ideia de construir um sindicato independente; a filiação ao Pacto de Unidade e Nação (PUA) e o Comando Geral dos Trabalhadores (CGT); as intervenções da ditadura militar no sindicato; a prisão de toda a diretoria do sindicato; a transferência para Minas Gerais; o controle militar do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais; a participação na Juventude Operária Católica (JOC); a organização para a retomada do sindicato; a construção de um cineclube dentro do sindicato; a eleição para a diretoria do sindicato; o contato com Luiz Inácio Lula da Silva, Jacob Bittar e Paulo de Mattos Skromov; a ideia de construir um partido; a proposta de um partido de massas democrático; a construção da carta de princípios do Partido dos Trabalhadores (PT); a experiência como líder sindical; a ida à Brasília e o Movimento Pró-PT; a atuação na construção do PT em âmbito nacional; a importância de Carlos Alberto Libânio Christo (Frei Betto) para o PT; o encontro com Luís Carlos Prestes; a formação da União dos Trabalhadores do Ensino de Minas Gerais (UTE); o início do envolvimento entre os sindicatos em 1978; as greves em 1979; a indicação para a Confederação Latino-Americana (CLAT) em 1981; a expansão do trabalho sindical a nível sul-americano; a candidatura à deputado federal em 1982; o retorno à militância de base; a criação da ONG Amigos do Rio São Francisco; a atuação na Secretaria de Agricultura e Pesca no Governo Lula.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados