Sueli Carneiro I

Entrevista

Sueli Carneiro I

Entrevista realizada no contexto do projeto "História do Movimento Negro no Brasil", desenvolvido pelo CPDOC em convênio com o South-South Exchange Programme for Research on the History of Development (Sephis), sediado na Holanda, a partir de setembro de 2003. A pesquisa tem como objetivo a constituição de um acervo de entrevistas com os principais líderes do movimento negro brasileiro. Em 2004 passou a integrar o projeto "Direitos e cidadania", apoiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) do Ministério da Ciência e Tecnologia. As entrevistas subsidiaram a elaboração do livro "Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC." Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007. A escolha da entrevistada se justificou por ter coordenado o Programa da Mulher Negra do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher e por ser uma das sócias fundadoras do Geledés Instituto da Mulher Negra.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC. Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Verena Alberti
Amilcar Araujo Pereira
Data: 20/7/2004
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 2h55min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Aparecida Sueli Carneiro
Nascimento: 24/6/1950; São Paulo; SP; Brasil;

Formação: Formada em filosofia pela Universidade de São Paulo, USP, é doutora em filosofia da educação pela mesma Universidade.
Atividade: Atuação no movimento negro. Coordenou o Programa da Mulher Negra do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher. É uma das sócias fundadoras do Geledés Instituto da Mulher Negra. Fez parte do Conselho Estadual da Condição Feminina. Atualmente é diretora do instituto Geledés e Vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Equipe


Transcrição: Amilcar Araujo Pereira; ;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes; Marco Dreer Buarque;

Sumário: Luisa Quarti Lamarão;

Temas

Direitos humanos;
Discriminação racial;
Esquerda;
Família;
Feminismo;
Filosofia;
Movimento negro;
Mulher;
Pós - graduação;
Racismo;
Religiões afro-brasileiras;
Televisão;
Universidade de São Paulo;

Sumário

Entrevista: 20.07.2004

FITA 1-A
Origem familiar; trajetória escolar; a entrada para o curso de Filosofia da Universidade de São Paulo - USP (1972); lembranças da infância; origem da consciência racial da entrevistada; o início do envolvimento com o movimento negro: as reuniões do Centro de Estudos da Cultura e da Arte Negra - CECAN (1972).

FITA 1-B
Influência de Lília Gonzalez na militância da entrevistada; comentários sobre a criação do Coletivo de Mulheres Negras (1984); informações sobre as diferenças do surgimento do Coletivo e o Conselho de participação e desenvolvimento da Comunidade Negra; lembranças do ato nas escadarias do Teatro Municipal de São Paulo (1978); longos comentários sobre o mestrado incompleto (1982).

FITA 2-A
(Continuação) Comentários sobre o projeto de mestrado da entrevistada; informações sobre as atividades exercidas no Conselho Estadual da Condição Feminina; recordações sobre o convite para a coordenadoria do programa da mulher negra do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (1987); contexto da criação do Tribunal Winnie Mandela (1988); breve avaliação sobre o significado do ano de 1988 para o movimento negro; explicações sobre o nome Geledés; longos comentários sobre o projeto O poder feminino no culto aos orixás.

FITA 2-B
Longa caracterização do grupo Geledés; breves considerações sobre o projeto Afro-Ascendentes; longo balanço das atividades do Geledés.

FITA 3-A
Considerações sobre o programa de Saúde do Geledés; discussão sobre a presença de negros nas telenovelas brasileiras; participação do Geledés no Encontro Estadual de Mulheres Negras no Rio de Janeiro (19??); origens do grupo Articulação Nacional de ONGs de Mulheres Negras; participação do Geledés no Encontro Nacional de Entidades Negras - ENEN (1991); comentários sobre a importância política da Marcha Zumbi dos Palmares pela Cidadania e a Vida (1995); posicionamento da entrevistada em relação à ação afirmativa e ao sistema de cotas; participação da entrevistada no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

FITA 3-B
Composição do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social; avaliação das atividades do Geledés; opinião sobre a Lei 10.639; comentários sobre a atuação da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial - SEPPIR; informações sobre a família da entrevistada; balanço da dinâmica do movimento de mulheres negras.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados